França se nega a publicar registros médicos de Arafat

O ministro das Relações Exteriores da França, Michel Barnier, disse nesta terça-feira que a França não tem a intenção de publicar os registros médicos do líder palestino Yasser Arafat, morto na quinta-feira passada. A decisão deverá ser tomada pela família."O arquivo médico de Arafat será transmitido, de acordo com as leis e os regulamentos, a membros de sua família imediata que o requisitem", disse Barnier à rádio Europe-1.A informação foi dada logo depois que o primeiro-ministro palestino solicitou, de maneira formal, que a França publique os informes sobre a morte de Arafat.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.