França se recusa a enviar tropas ao Iraque

O ministro das Relações Exteriores da França, Dominique de Villepin, rejeitou o pedido dos Estados Unidos para o envio de forças ao Iraque. "Inchar um sistema que agora existe (e) somar forças estrangeiras às da coalizão não nos parece a melhor maneira de garantir a segurança no Iraque", afirmou Villepin, em entrevista a uma emissora de rádio. Antes de participar das ações pós-guerra no Iraque, Villepin disse que a França deseja que a ONU tenha um papel mais importante na reconstrução e estabilização do país. "Apenas as Nações Unidas podem dar as garantias de reconstrução necessárias para que toda a comunidade internacional tome parte", afirmou o chanceler francês. "Reconstruir o Iraque não é fácil". Em um discurso pronunciado ontem na Casa Branca, o presidente George W. Bush disse que 19 países enviariam 13.000 soldados para ajudar a estabilizar o Iraque. O líder americano conclamou outras nações a se unirem a este "esforço" .

Agencia Estado,

24 Julho 2003 | 17h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.