França: socialistas vencem Frente Nacional por margem estreita em eleição local

O Partido Socialista Francês, do presidente François Hollande, bateu por margem estreita o partido de extrema direita Frente Nacional em uma eleição local perto da fronteira suíça. No segundo turno realizado neste domingo no distrito de Doubs, o candidato socialista Frédéric Barbier obteve 51,3% dos votos, batendo Sophie Montel, da Frente Nacional.

AE-DOW JONES, Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 19h01

A vitória dos socialistas se seguiu a 13 derrotas consecutivas em eleições locais ocorridas desde que Hollande assumiu a Presidência, há dois anos e meio. Mas a vitória apertada confirma o crescimento da popularidade da Frente Nacional, liderada por Marine Le Pen, a partir de suas posições contra a imigração e contra a União Europeia.

"Conseguimos reverter uma tendência, uma espiral negativa para a esquerda. Mas não escaparemos de uma análise mais rigorosa, tendo em vista o resultado muito apertado", disse Barbier. Montel havia sido a candidata mais votada no primeiro turno em Doubs, uma semana atrás.

A Frente Nacional já havia mostrado sua força em maio do ano passado, ao ser o partido mais votado na França nas eleições para o Parlamento Europeu. "Entramos em uma nova era de bipolarização na política francesa: de um lado a Frente Nacional, e o resto do outro lado. Hoje, a Frente Nacional continua a ser o maior partido político na França", disse Montel. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaeleiçãoFrente Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.