França também fechará embaixada no Iemên

Assim como Grã-Bretanha e Alemanha, a França também decidiu fechar temporariamente a sua embaixada no Iêmen nos dias 4 e 5 de agosto. O Ministério das Relações Exteriores francês anunciou neste sábado que a decisão foi motivada por questões de segurança, após receber informações.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

03 de agosto de 2013 | 12h17

A pasta não divulgou se as informações eram novas ou se estão ligadas ao alerta mundial emitido pelo Departamento de Estado norte-americano, que cita a possibilidade de ataques do grupo terrorista Al-Qaeda no Oriente Médio e na África do Norte. "Nós nunca comentamos sobre assuntos de inteligência", se limitou a dizer um porta-voz do Ministério.

No início deste ano, a França anunciou um programa de 20 milhões de euros para reforçar as medidas de segurança em suas embaixadas no Oriente Médio e na região do Sahel. A medida foi tomada depois que vários grupos terroristas ameaçaram atacar os interesses do país nessas regiões, devido a uma intervenção militar no Mali, em janeiro. Sete cidadãos franceses foram sequestrados por um grupo islâmico em fevereiro, em Camarões, e uma bomba explodiu em frente à embaixada francesa em Trípoli, na Líbia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
atentandoembaixadaFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.