EFE/EPA/IAN LANGSDON
EFE/EPA/IAN LANGSDON

França tem recorde de casos diários do novo coronavírus

O maior número de notificações de novos casos era da última quinta-feira, 15, com 30.621

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2020 | 00h54

A França registrou neste sábado, 17, mais 32.427 casos de infecção pelo novo coronavírus, um recorde no contágio desde o início da pandemia da covid-19, em dia de piores marcas também em outros índices de acompanhamento da crise sanitária.

Até hoje, o maior número de notificações de novos casos era da última quinta-feira, 15, com 30.621. Com isso, o total desde o fevereiro, quando começou a propagação do patógeno, chegou a 867.197, de acordo com a agência de Saúde nacional.

Além disso, o número de mortes por covid-19 subiu para 33.392, depois de serem contabilizadas mais 90 nas últimas 24 horas.

Hoje, na França, de acordo com as autoridades locais, o índice de resultados positivos por testes realizados foi de 13,1%, contra 12,9% verificado na véspera.

Nos hospitais, foram totalizadas 7.198 internações nos últimos sete dias, marca que era de 6.906. Em unidades de terapia intensiva, a quantidade subiu de 1.204 para 1.298.

De acordo com o boletim apresentado hoje, atualmente há 1.722 focos ativos de contágio em todo o país, o que significa 145 a mais do que na véspera.

Em meio a esses dados, neste fim de semana, foi iniciado um toque de recolher de 21h às 6h (hora local), que durará ao menos quatro semanas, em nove grandes regiões metropolitanas da França, entre elas, Paris.

A medida é uma tentativa das autoridades locais de reduzir a velocidade do contágio e também melhorar a situação nos hospitais, que começam a entrar em alerta de saturação. Com inforrmações da EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.