(Photo by Thierry Zoccolan / AFP)
(Photo by Thierry Zoccolan / AFP)

França terá volta de viagens e reabertura progressiva de comércios a partir de maio

O toque de recolher, em vigor atualmente em todo o país a partir das 19h, passará para as 21h a partir de 19 de maio

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2021 | 11h45

A França vai liberar o uso de áreas abertas em restaurantes e cafés, estabelecimentos comerciais e locais culturais, incluindo museus e cinemas, a partir de 19 de maio, anunciou o presidente Emmanuel Macron.

Em uma entrevista à imprensa regional para falar sobre a suspensão progressiva das restrições em vigor pela pandemia de covid-19, o presidente afirmou que será necessário, no entanto, esperar até 9 de junho para poder comer ou tomar um café dentro de um restaurante ou bar. 

O toque de recolher, em vigor atualmente em toda a França a partir das 19h, passará para as 21h a partir de 19 de maio e 23h a partir de 9 de junho, com a suspensão definitiva em 30 de junho.

As restrições de deslocamento, que impedem os franceses de viagens a mais de 1o quilômetros de sua residência, exceto por motivo imperioso, serão suspensas em 3 de maio.

No mesmo dia, os estudantes do ensino médio voltarão às aulas, uma semana depois que os alunos do ensino básico.

Atualmente, a incidência de casos em sete dias é atualmente de 300 para cada 100.000 habitantes e muitos hospitais estão lotados.

Macron, no entanto, destacou: "Devemos voltar à nossa arte de viver à francesa". Ao mesmo tempo, ele pediu aos cidadãos que permaneçam "prudentes e responsáveis".

A França registrou 103.947 mortes por covid-19. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.