Francesa sequestrada é encontrada com mãe na Hungria

Uma menina de três anos que havia sido sequestrada no mês passado na França, quando caminhava com seu pai, foi encontrada na Hungria com sua mãe, informou hoje a polícia húngara. A mãe, que é russa, e o pai, francês, disputam a guarda da criança na Justiça. As duas foram detidas na tarde de ontem quando tentavam atravessar a fronteira da Hungria com a Ucrânia na cidade de Tiszabecs, disse um porta-voz da polícia. A mãe foi detida da cidade de Nyiregyhaza, localizada a 250 quilômetros a leste de Budapeste. A menina foi levada para um abrigo de crianças nas proximidades, informou o porta-voz da polícia Gergely Fulop, por telefone.

AE-AP, Agencia Estado

13 de abril de 2009 | 16h33

O advogado do pai, Victor Gioia, disse que conversou com seu cliente por telefone na tarde de hoje depois dele ter buscado a filha no abrigo. Não se sabe se ele poderá retornar à França com a menina, mas Gioia disse que isso é provável, já que os dois países pertencem ao acordo de Schengen, que permite o livre trânsito de pessoas entre os países.

"Esta é um história de sucesso da política húngara", disse Fulop, acrescentando que a mãe deve ser entregue às autoridades francesas. Fulop disse que mãe e filha foram detidas na fronteira porque o banco de dados da União Europeia, usado para a verificação de documentos de viagem, indicou que a mãe era procurada por ligação com um crime e que a menina havia desaparecido e era procurada.

A criança foi sequestrada no dia 20 de março quando caminhava perto de sua casa em Arles, sul da França. Segundo as agências de comunicação francesas, dois homens atacaram o pai e a criança foi levada. Quando os pais estavam em processo de divórcio, em 2007, a justiça francesa concedeu ao pai a custódia da filha. A mãe levou a menina para a Rússia e o pai teve de ir até lá para trazer a criança de volta para Arles.

Tudo o que sabemos sobre:
HungriaFrançasequestromãe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.