Franceses tentam parar 'trem radioativo' à Alemanha

A tropa de choque francesa usou gás lacrimogêneo para dispersar centenas de manifestantes contra a energia nuclear no norte da França nesta quarta-feira. Eles tentavam impedir a partida de um trem que transporta urânio reciclado para a Alemanha. Cerca de 300 manifestantes entraram em choque com a polícia nas imediações do vilarejo de Lieusaint, perto de Valognes, local onde o trem foi carregado com o urânio reciclado pela empresa Areva.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2011 | 15h26

Ainda não está claro se manifestantes e policiais ficaram feridos no confronto, bem como o momento em que o trem conseguiu começar sua viagem para a cidade alemã de Gorleben. Alguns manifestantes exibiam faixas com a frase "parem o trem radioativo". A estatal nuclear francesa Areva costuma fazer o tratamento do combustível nuclear gasto de outros países, enfurecendo ativistas que afirmam que transportar esse material por trens ou caminhões é algo extremamente perigoso.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.