Franceses tomam as ruas do país em ato contra crise

A maior central sindical da França disse que três milhões de pessoas tomaram as ruas do país nesta quinta-feira, em protesto contra a crise econômica, mas a polícia afirmou que apenas 1,2 milhão de franceses participaram do movimento, informou a AFP. Com uma nova onda de greves nacionais deflagrada hoje em vários setores, as manifestações de hoje intensificam a pressão para que o presidente Nicolas Sarkozy a aumente a proteção ao emprego e os benefícios para pessoas atingidas pela crise, à medida que a recessão se aprofunda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.