Franceses votam no primeiro turno das eleições legislativas

44,5 milhões de eleitores estão convocados às urnas para escolher 577 deputados

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

Neste domingo, 10, acontece na França o primeiro turno das eleições legislativas, que renovarão a Assembléia Nacional (Câmara dos Deputados) um mês após o pleito presidencial que levou Nicolas Sarkozy à chefia de Estado. Os cerca de 64 mil colégios eleitorais da França abriram suas portas às 8 horas (3 horas de Brasília), depois de neste sábado 700 mil pessoas votarem em Ultramar, devido à diferença de fuso horário. No total, 44,5 milhões de eleitores estão convocados às urnas para escolher 577 deputados entre 7.639 candidatos de 80 partidos. As pesquisas mostram uma folgada vitória da conservadora e governamental UMP, em um pleito que acontece com o sistema majoritário em circunscrições uninominais, o que favorece os grandes partidos. Isso faz com que uma legenda que obtenha 40% dos votos possa receber 80% das cadeiras. O partido de Sarkozy reivindicou uma clara maioria para aplicar o programa de reformas, enquanto a esquerda se mostra pessimista sobre suas possibilidades, e os socialistas estacionaram o debate sobre seu futuro em meio a divisões internas. Uma das incógnitas da apuração é a taxa de abstenção, que normalmente é mais elevada que nas eleições presidenciais. Segundo turno O segundo turno será no dia 17 de junho e a ele chegarão os candidatos que neste domingo receberem o voto de mais de 12,5% dos inscritos em sua circunscrição. Os colégios serão fechados em vários locais da França às 18 horas (13 horas de Brasília), embora nas grandes cidades isso ocorrerá apenas às 20 horas (15 horas de Brasília), quando começará a apuração. Os deputados eleitos se incorporarão à Assembléia Nacional no final deste mês, e praticamente não terão férias de verão, já que as diversas reformas prometidas pelo novo governo forçarão uma convocação extraordinária do Parlamento, que funcionará em julho e nos 10 primeiros dias de agosto.

Mais conteúdo sobre:
França Legislativo primeiro turno

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.