Francisco pede que Evangelho seja levado a todo o mundo

O papa Francisco pediu nesta sexta-feira que os fiéis não caiam no pessimismo e encontrem formas novas de evangelizar os rincões da Terra. O pontífice de 76 anos tropeçou quando se aproximava para saudar o decano do colégio cardinalício, Angelo Sodano. A seguir, dirigiu-se aos cardeais, no único ato oficial do dia.

Agência Estado

15 de março de 2013 | 14h52

"Que tenhamos coragem de perseverar, de encontrar novos métodos de evangelização, de levar o Evangelho a cada rincão da Terra", afirmou.

O primeiro papa latino-americano da história manteve a mesma linha mostrada no dia anterior, ao proferir uma mensagem breve, embora, diferentemente da homilia em sua primeira missa, desta vez tenha levado suas declarações por escrito.

O pontífice lembrou aos cardeais, muitos dos quais idosos, que "a velhice é uma fonte de sabedoria" e os exortou a transmitir esta sabedoria aos jovens. "Transmitamos esta sabedoria aos jovens, como o bom vinho, que melhora com o tempo."

O papa Francisco voltou a proferir palavras de elogio a seu antecessor, Bento XVI, agora papa emérito, com quem espera se reunir nos próximos dias num inédito encontros entre dois pontífices vivos.

Francisco pretende conversar com a imprensa no sábado e no domingo rezará o Ângelus na praça São Pedro, perante milhares de fiéis. Sua missa de entronização, da qual devem participar vários chefes de Estado latino-americanos, será realizada na terça-feira, 19 de março, data que marca o dia de São José. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanopapaevangelho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.