François Hollande deve ligar para Merkel se for eleito

O candidato socialista à presidência da França, François Hollande, provavelmente ligará para a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, se for eleito na votação em segundo turno deste domingo, afirmou Jean-Marc Ayrault, um aliado de Hollande e possível futuro primeiro-ministro.

SERGIO CALDAS, Agência Estado

06 Maio 2012 | 12h11

"Acho que esta noite, se François Hollande for eleito presidente da república, ele falará com a chanceler alemã porque é lá que fica a chave para a recuperação da Europa", disse Ayrault.

Ayrault, que fez a declaração enquanto votava na cidade de Nantes, de onde é prefeito, se recusou a confirmar rumores de que Hollande o indicará como primeiro-ministro se conseguir bater nas urnas o atual presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Os insistentes apelos de Hollande durante sua campanha presidencial para que seja renegociado o pacto fiscal da União Europeia - que impõem fortes restrições de gastos numa tentativa de fazer a zona do euro superar sua crise fiscal - provocaram ira entre os política em Berlim.

Mas Hollande, que é o favorito nas eleições de hoje, tem se beneficiado da crescente frustração dos eleitores, que criticam as medidas de austeridade de Sarkozy.

Embora Merkel precise que a França, assim como todos os demais países da área do euro ratifiquem o acordo, a chanceler alerta que o relaxamento das medidas afetaria os mercados e minaria a confiança dos investidores no longo prazo. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
eleições França Merkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.