Franks nega que tenha pedido mais reforço para invadir o Iraque

O comandante das forças norte-americanas no Iraque, general Tommy Franks, negou hoje notícias de que teria solicitado ao Pentágono o envio de reforços ao país árabe, e evitou responder se o conflito poderia durar até meados do ano.Em sua entrevista diária na sede do Comando Central, no Catar, Franks disse apenas: "Nós nunca sabemos quanto tempo uma guerra dura". O general enfatizou que as forças de coalizão estão seguindo um cronograma e vêm obtendo sucesso após sucesso em sua campanha no Iraque, a começar pelo controle de campos de petróleo no sul do país.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.