Frente Islâmica convoca jordanianos para protesto

A Frente de Ação Islâmica (FAI), o maior partido opositor na Jordânia, convocou os cidadãos do país para que participem na próxima sexta-feira, quando os chefes dos inspetores da ONU apresentarem um segundo informe sobre o Iraque, de um protesto contra um possível ataque americano a Bagdá. Através de um comunicado divulgado hoje em Amã, a FAI afirmou que "eles (americanos e britânicos) fazem falsas acusações quando na realidade seus olhos apontam para o petróleo e para o território do Iraque". A FAI definiu os EUA e a Grã-Bretanha como "lobos famintos", e destacou que ambos os países continuam enviando tropas para as imediações do território iraquiano à espera da "zero hora para incendiar tudo". A Frente exortou os jordanianos de todas as idades e todos os grupos sociais a "expressarem seu pleno apoio ao povo iraquiano, sobretudo por ocasião das festividades do Eid Al Adha (Festa do Sacrifício)", que começará na terça-feira em todos os países muçulmanos e que durará três dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.