AP
AP

Frio causa morte de mais de 60 pessoas em uma semana na Europa

Na França, uma forte tempestade provocou a queda de uma árvore que matou uma mulher de 43 anos

AFP, O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2017 | 17h59

Uma onda de frio acompanhada por fortes tempestades atingiu a Europa e provocou a morte de mais de 60 pessoas desde o fim de semana passado. As últimas vítimas foram duas mulheres, uma na Albânia e outra na França.

Na Albânia, uma mulher de 61 anos foi encontrada morta na quinta-feira diante do edifício onde vivia, em Saranda, sul do país, segundo a polícia local. O país já registra 8 mortes desde sábado passado. 

No sudeste da França, uma "forte tempestade invernal extremamente violenta" denominada de Egon provocou a queda de uma árvore que matou uma mulher de 43 anos, segundo a polícia. Na noite de quinta-feira, 330 mil lares ficaram sem eletricidade, indicou a Enedis, companhia que administra a rede de distribuição.

Um trem Thalys, que une a França com Bélgica, Holanda e Alemanha, ficou bloqueado durante várias horas no norte da França. Devido aos violentos ventos foi realizada a evacuação de mais de mil pessoas presentes no trem.

No Reino Unido, grandes marés e mau tempo levaram a agência ambiental a emitir 12 alertas de grave risco de inundação e uma centena de soldados foram mobilizados para a cidade costeira de Skegness, leste de Inglaterra, para ajudar a população. 

A tempestade Egon também causou prejuízos em diversas regiões da Alemanha, enquanto na Bélgica milhares de habitações ficaram sem eletricidade, na região de Namur. 


 

Mais conteúdo sobre:
EuropaFrançaAlbânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.