Frio no Peru mata pelo menos 46 crianças

Pelo menos 46 crianças morreram de no Peru em decorrência de uma das piores ondas de frio a atingir os Andes nos últimos 30 anos. O governo peruano declarou estado de emergência em várias regiões onde estima que 158 mil pessoas estejam tendo dificuldades em enfrentar o frio. Agências das Nações Unidas anunciaram nesta semana que vão colaborar com US$ 745 mil para ajudar as vítimas. Os afetados pela onda de frio estão entre os mais pobres do Peru - comunidades indígenas isoladas em altas montanhas da cordilheira dos Andes. Eles sobrevivem da criação de alpacas e lhamas, comendo a carne e vendendo a lã. Mas os animais estão morrendo por causa do frio excessivo, e a chuva e a neve estão bloqueando as vias de acesso às cidades mais próximas.Nellie Cloe, representante da ONG Save The Children, disse que a situação está se agravando. ?Eles precisam de roupas grossas porque estão pegando doenças respiratórias?, disse ela. Diversas ONGs estão se unindo para tentar levar cobertores, roupas e comida às regiões mais atingidas. Mas, mesmo que a situação seja controlada agora, Nellie Cloe adverte que haverá mais problemas no futuro, a menos que essas comunidades recebam mais investimentos para prepará-las para os próximos invernos.

Agencia Estado,

26 de julho de 2004 | 12h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.