Fritzl é indiciado por assassinato de filho

O engenheiro aposentado Josef Fritzl - que prendeu a filha Elisabeth no porão de sua casa por 24 anos e teve sete filhos com ela - foi indiciado ontem pela morte de uma das crianças que teve com a filha. Fritlz, de 73 anos, também é acusado de incesto e estupro. Se condenado por assassinato, pode ser sentenciado à prisão perpétua.

O Estadao de S.Paulo

14 de novembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.