Fronteira para envio de suprimento ao Afeganistão é reaberta

Paquistão anunciou retorno de rota na fronteira após fechamento como retaliação ao ataque de helicópteros da Otan

Agência Estado, Associated Press

09 de outubro de 2010 | 11h15

ISLAMABAD - O Paquistão anunciou, neste sábado, a reabertura de uma importante rota terrestre para envio de suprimentos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ao Afeganistão. A reabertura da rota que passava por Torkham foi executada imediatamente. "Após avaliar as condições de segurança em todos os seus aspectos, o governo decidiu reabrir a rota de abastecimento para a Otan/Isaf na fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão em Torkham, com efeito imediato", disse o ministério, referindo-se à Força de Assistência de Segurança Internacional da Otan (Isaf na sigla em inglês).

O Paquistão interrompeu a passagem de suprimentos pela cidade, em uma aparente retaliação a um suposto ataque de helicópteros das forças da Otan na fronteira, que, segundo autoridades do Paquistão, matou três soldados paquistaneses. A Otan alegou que seu pessoal apenas estava se defendendo de ataques lançados contra o helicóptero.

Recentemente, a embaixadora norte-americana no Paquistão, Anne Patterson, pediu desculpas pelo ataque feito por helicópteros dos EUA contra guardas de fronteira paquistaneses e considerou-o um terrível acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoAfeganistãoOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.