Frota da Rússia entra no Mediterrâneo em direção à Síria

Uma frota russa com navios de guerra, destinada ao porto sírio de Tartus, entrou no Mediterrâneo, informou nesta terça-feira o Ministério da Defesa da Rússia. "As embarcações russas passaram hoje pelo Estreito de Gibraltar e entraram no Mediterrâneo às 12h GMT (9h de Brasília)", afirmou um porta-voz do Ministério da Defesa, citado pela agência Itar-Tass.

AE, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 16h37

Lideradas pelo destroier antissubmarino Almirante Chabanenko, as três embarcações deixaram o porto de Severomorsk, no Círculo Polar Ártico, mais cedo neste mês. Elas devem se juntar no Mediterrâneo ao navio de patrulha Yaroslav Mudry, bem como a um barco assistente.

As embarcações vão desenvolver "manobras militares planejadas", informou o ministério. Mais cedo neste mês, uma fonte militar disse que os navios carregariam combustível, água e alimentos. A Rússia negou que o novo posicionamento esteja ligado à escalada da violência na Síria. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.