Fukuda se transformará em sucessor de Shinzo Abe no PLD

Fukuda é favorito e conta com apoio majoritário entre os parlamentares do PLD

EFE,

23 de setembro de 2007 | 01h00

O pragmático Yasuo Fukuda será escolhido neste domingo, 23, como presidente do Partido Liberal-Democrata (PLD) no Japão, e na terça-feira se transformará em primeiro-ministro na Dieta (Parlamento japonês), assegurou a agência de notícias "Kyodo". A vitória de Fukuda, de 71 anos, sobre o secretário-geral do partido, Taro Aso, de 67, é dada como certa porque o favorito conta com apoio majoritário entre os parlamentares do PLD. A última pesquisa da agência mostrou um apoio de 70% para Fukuda entre os 528 dirigentes do PLD que votarão neste domingo para escolher seu presidente. Fukuda afirmou durante esta semana de campanha interna que sua prioridade é reconstruir a confiança popular na política. O ainda primeiro-ministro Shinzo Abe permanece no hospital, onde foi internado após anunciar a decisão de renunciar. Por isso, ele não poderá participar das eleições internas de seu partido. O candidato que for eleito presidente do PLD se transformará na terça-feira no próximo primeiro-ministro do Japão, porque a legenda controla a maioria arrasadora da Câmara Baixa. A primeira dificuldade do premier eleito será o desafio de estender para além de novembro o apoio japonês às missões americanas no Afeganistão, um assunto considerado essencial no PLD. A oposição, comandada pelo Partido Democrático (PD), que controla o Senado, anunciou a intenção de tentar bloquear o apoio militar japonês aos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.