Fukuda toma posse como premiê do Japão

Novo chefe de governo japonês promete manutenção do apoio às tropas americanas no Afeganistão

Associated Press e Agência Estado,

26 de setembro de 2007 | 09h44

O novo primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, foi formalmente empossado no cargo nesta quarta-feira, 26, e prometeu trabalhar para reconquistar a confiança do povo no governo e manter em andamento a contestada missão naval em apoio às operações militares estrangeiras no Afeganistão. Enquanto isso, uma pesquisa divulgada pela agência de notícias Kyodo revelou que o gabinete indicado Fukuda assume o governo com 57,8% de aprovação, quase 20 pontos porcentuais a mais do que seu antecessor, Shinzo Abe, que renunciou há duas semanas. Fukuda, um habilidoso articulador político de 71 anos de idade, considera-se a mão firme da qual o Japão necessita depois de o governo Abe ter caído apenas um ano após assumir o poder em meio a escândalos de corrupção e à pior derrota eleitoral do Partido Liberal Democrata (PLD, situação) em décadas. Depois da cerimônia de posse, Fukuda e seus ministros protagonizaram a primeira reunião de gabinete do novo governo, confirmando as prioridades políticas antes de o debate parlamentar ser retomado na próxima semana. "Meu trabalho apenas começou. Pretendo seguir adiante com minhas políticas", disse Fukuda a jornalistas em Tóquio. Suas prioridades legislativas são a extensão da missão naval de apoio aos Estados Unidos no Afeganistão e a reconquista da confiança dos japoneses no governo e nos políticos em geral.

Tudo o que sabemos sobre:
Yasuo FukudapremiêJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.