Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Funcionário abre fogo em indústria militar e mata cinco

Um funcionário abriu fogo numa fábrica da Lockheed Martin, matando cinco colegas, e cometeu suicídio em seguida. Oito outras vítimas foram hospitalizadas, algumas em estado grave. O xerife do condado de Lauderdale, Billy Sollie, disse que o agressor trabalhava na fábrica, tinha uma arma semiautomática e, aparentemente, abriu fogo ao acaso. O autor dos disparos foi identificado como Doug Williams, descrito pelos colegas como um racista que detestava negros e se dizia capaz de "matar pessoas". Este foi o pior massacre em local de trabalho nos EUA desde 2000, quando um testador de software matou sete pessoas no dia 26 de dezembro.A instalação da Lockheed em Meridian produz peças para o avião C-130J Hercules e estabilizadores para os jatos F-22 Raptor. A economia da cidade de Meridian depende bastante de investimentos militares: além da fábrica, abriga uma base aérea da Marinha e um campo de treinamento da Guarda Nacional.A Lockheed Martin é a maior indústria de equipamento militar contratada pelo governo dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.