Funcionário da Unicef é baleado no sul das Filipinas

Nestor Bulahan, um filipino que trabalha para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), foi baleado no sul das Filipinas e está em estado grave, informou hoje a agência da Organização das Nações Unidas (ONU). Momentos antes, a polícia chegou a informar que ele havia morrido após o ataque de ontem, mas um comunicado posterior da Unicef desmentiu a informação. Uma porta-voz da entidade afirmou que o caso aparentemente não tinha relação com o trabalho de Bulahan. "Ele não estava em uma missão oficial e entendemos que o incidente foi pessoal", afirmou.

AE-AP, Agencia Estado

27 Novembro 2009 | 09h13

O policial Siegfredo Ramos disse que Bulahan estava em um mototáxi para se encontrar com um conhecido na cidade de Parang quando um homem armado atirou nele. O ataque ocorreu na província de Maguindanao, onde um poderoso político local foi acusado de ordenar um massacre na segunda-feira de 57 pessoas, incluindo jornalistas, parentes e partidários de um rival político.

Mais conteúdo sobre:
Filipinas Unicef baleado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.