Funcionário de inteligencia palestina é atacado a tiros

Um grupo armado abriu fogo, nesta quarta-feira, contra a comitiva do segundo mais poderoso funcionário da inteligência palestina, Tarik Abu Rayab. Um dos guarda-costas morreu e o própio Rayab sofreu ferimentos leves, disseram fonte médicas. Até o momento, seu quadro é estável e nenhuma de suas feridas colocam sua vida em risco. O funcionário viajava em um comboio de dois carros no norte da Cidade de Gaza quando sofreu o atentado. Na ação, um dos veículos capotou. Outros três seguranças estão feridos. Ainda não há informações sobre os autores do ataque. Rayab, que costuma ser bastante discreto, é um velho aliado do dirigente palestino Yasser Arafat e, mais recentemente, tem sido encarregado da segurança de missões diplomáticas palestinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.