Funcionários de petrolíferas são seqüestrados na Nigéria

A Secretaria (ministério) do Interior da Grã-Bretanha informou que sete trabalhadores do setor petrolífero, incluindo um britânico, um australiano, um colombiano e um russo, foram seqüestrados na Nigéria. Não ficou imediatamente claro quem seriam os seqüestradores. A captura de reféns é uma prática comum no delta do Rio Níger, zona rica em petróleo, onde ativistas e criminosos freqüentemente atacam empresas petrolíferas valendo-se de sabotagens, seqüestros e outras formas de extorsão. Os reféns poucas vezes sofrem ferimentos.Segundo um porta-voz da secretaria, um funcionário britânico, cujo nome não foi revelado, foi seqüestrado na região sudeste de Warri, onde trabalhava para uma empresa que contrata pessoal para companhias petrolíferas. "Estamos em contato com as autoridades locais para descobrir o que ocorreu e quem efetuou o seqüestro", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.