Funcionários do metrô de Madri entram em greve

Funcionários do metrô e dos trens suburbanos de Madri iniciaram nesta sexta-feira uma greve, que se prolongará sábado, pedindo que a empresa pública que opera o sistema de transportes na capital espanhola respeite a convenção coletiva de trabalho e pague um bônus de ? 16,5 milhões aos trabalhadores. Nesta sexta-feira, os metroviários mantiveram 37% da frota em circulação, cumprindo uma ordem judicial, e no sábado, quando o Dia de Reis será comemorado em antecipação em Madri, precisarão manter 80% da frota em circulação. Mesmo com a circulação de parte dos comboios, algumas estações ficaram fechadas, enquanto em outras as pessoas se aglomeravam nas plataformas esperando os trens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.