Funcionários iraquianos receberão o salário de abril

Um total de 1,4 milhão de servidores públicos iraquianos receberá nesta semana o primeiro salário desde março, informou o general americano reformado Jay Garner, que iniciou a administração civil do Iraque organizada pelos Estados Unidos. Durante entrevista coletiva concedida em Bagdá, Garner anunciou que os salários de abril começarão a ser pagos no sábado, a um custo total de 130 bilhões de dinares, quantia equivalente a US$ 45 milhões.Os membros das forças armadas iraquianas e dos serviços secretos não receberão. Também não serão pagos os funcionários que não apareceram para trabalhar depois de 9 de abril, quando as forças americanas tomaram Bagdá. Os funcionários públicos iraquianos também receberão um pagamento emergencial equivalente a US$ 30 para completar um outro pagamento semelhante, de US$ 20, efetuado no começo do mês.Muitos iraquianos queixam-se de que as autoridades americanas agem com muita lentidão para restaurar a ordem, principalmente em Bagdá.O dinheiro liberado deverá ajudar a amenizar a falta de meios de pagamento enfrentada pelos funcionários públicos iraquianos e a situação precária do fornecimento de energia e de outros serviços públicos, enfrentada pelos cidadãos comuns. Todos os funcionários serão pagos em dinares, com exceção das áreas autônomas curdas do norte do país, onde os servidores receberão em dólares. Os pagamentos serão efetuados em dinheiro e deverão ser coletados nos guichês dos dois principais bancos do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.