Fundador da Opus Dei poderá ser proclamado santo

Escrivá de Balaguer, o fundador da Opus Dei, e Francesco Forgione, o Padre Pio, poderiam ser proclamados santos, segundo um pedido da assembléia plenária da Congregação para as Causas dos Santos, disseram hoje fontes do Vaticano. A assembléia apresentará na quinta-feira suas conclusões ao papa, mas a decisão final cabe exclusivamente a João Paulo II.A plenária de hoje - uma das sessões ordinárias que a Congregação realiza mensalmente - deu luz verde para a preparação dos decretos de canonização que na quinta-feira serão apresentados ao pontífice, afirmaram as fontes. Até o momento, não se sabe se o papa aceitará o pedido da assembléia e, em caso positivo, as datas que escolherá para a cerimônia de proclamação.É provável que se realize o desejo da Opus Dei de ver proclamado santo seu fundador no aniversário de sua morte, ocorrida em 26 de junho de 1975. A cerimônia de beatificação se realizou em 17 de maio de 1992. Quanto ao Padre Pio, as fontes lembraram que Francesco Forgione nasceu em 25 de maio de 1893 e foi beatificado em 2 de maio de 1999. Ele morreu em 23 de setembro de 1968.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.