Fundador do WikiLeaks se entrega e é preso em Londres

Julian Assange tinha contra ele um mandado de prisão internacional emitido pela Suécia pela suspeita de estupro.

BBC Brasil, BBC

07 de dezembro de 2010 | 08h42

Assange já teve dois mandados de prisão expedidos pela Suécia

O fundador do site WikiLeaks, o australiano Julian Assange, foi preso na manhã desta terça-feira em Londres, após se entregar em uma delegacia de polícia.

Assange, 39, estava sendo procurado após a Suécia emitir contra ele um mandado de prisão internacional.

Segundo um comunicado da polícia londrina, o fundador do WikiLeaks responderá na Suécia por quatro acusações, inclusive estupro. Assange nega.

O país expediu um mandado de prisão para Assange em 18 de novembro, mas a ação foi invalidada por um erro processual. Um novo mandado foi emitido em 2 de dezembro.

O WikiLeaks tem publicado centenas de telegramas diplomáticos dos Estados Unidos, provocando a ira do governo americano e levando empresas como a PayPal e a Amazon a deixarem de prestar serviços ao site.

Na segunda-feira, o WikiLeaks divulgou uma lista de instalações ao redor do mundo que os Estados Unidos classificam como vitais para a sua segurança nacional. A lista inclui oleodutos e centros de comunicação e transporte.

O banco suíço PostFinance congelou as contas de Assange. O site diz que a medida bloqueia 31 mil euros.

Em comunicado, o WikiLeaks afirmou que Assange perdeu 100 mil euros em bens em uma semana.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.