Furacão Danielle provoca vento de 160 km/h no Atlântico

Ciclone chega à categoria 2 e previsão é de que ganhe força nos próximos dias

Agência Estado

24 de agosto de 2010 | 10h23

 

MIAMI - O furacão Danielle, o segundo da temporada deste ano no Oceano Atlântico, ganhou força no início desta terça-feira, com ventos chegando a 160 quilômetros por hora. O furacão chegou à categoria 2, na escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5, e a previsão é que se fortaleça mais. "Danielle pode se tornar um grande (categoria 3) furacão amanhã", previu em relatório o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

 

O furacão está se dirigindo para o oeste, a 32 quilômetros por hora, e estava cerca de 1.800 quilômetros a leste das Antilhas Menores às 6h (de Brasília), segundo o NHC. Não há no momento ameaça de ele chegar à terra. A previsão é que o furacão se mova para o noroeste até a quarta-feira, passando a leste das Bermudas durante o fim de semana, mas ainda com potencial para ameaçar o arquipélago.

 

Os modelos meteorológicos mostram que o furacão não deve passar pelas costa leste dos EUA, mas pode ameaçar a costa canadense, mais ao norte, na próxima semana. O primeiro furacão da temporada do Oceano Atlântico foi o Alex, que matou uma pessoa no norte do México, além de atrapalhar os esforços para limpar o óleo que vazava do Golfo do México. O Alex foi reduzido a tempestade tropical em 30 de junho. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.