Furacão Fabian se dirige para as Bermudas

O furacão Fabian ganhou mais força hoje a cerca de 320 quilômetros do arquipélago das Bermudas, no Caribe. Habitantes da região estão cobrindo as janelas das casas e estabelecimentos comerciais com madeiras esperando a chegada do que pode ser a pior tormenta a castigar o território em vários anos. A expectativa é de que o Fabian chegue à costa das Bermudas nas últimas horas desta sexta-feira com ventos de 190 quilômetros por hora. O governo já mandou fechar todas as repartições públicas e emitiu um alerta de furacão. Já os meteorologistas advertiram que os cidadãos devem proteger ?suas vidas e propriedades?. Vários navios que faziam cruzeiros pelo Caribe zarparam das Bermudas na madrugada de hoje. Outros alteraram suas rotas para evitar as tempestades. Todos os vôos que partiriam e chegariam à região foram cancelados. O governo transformou escolas em albergues e pediu aos residentes des cerca de 2000 casas em zonas mais vulneráveis que se protejam. O Fabian é considerado um furação de categoria 3, classificação que leva em conta a velocidade e a força dos ventos. O último com essa mesma classificação a ameaçar a região foi o Arlene que, em 1963 destruiu muitas casas e estabelecimentos comerciais. As normas de construção nas Bermudas especificam que as casas devem ter paredes de pelo menos 20 centímetros de espessura, para poderem resistir a ventos de até 240 km/h.

Agencia Estado,

05 de setembro de 2003 | 12h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.