Furacão Igor ganha força e pode levar chuvas ao Haiti

O furacão Igor, que se move pelo centro do Oceano Atlântico, ganhou mais força no início desta segunda-feira, causando temores sobre possíveis enchentes no Haiti, país caribenho já devastado por um terremoto em janeiro.

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2010 | 10h14

Igor é agora um furacão de categoria 4, em uma escala de 1 a 5. Ele se move para oeste a 20 quilômetros por hora, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), sediado em Miami.

"Uma virada em direção a oés-noroeste, com algum declínio na velocidade, é prevista para esta noite ou a terça-feira", informou o NHC em nota. Às 6 horas (horário de Brasília), o furacão tinha ventos máximos sustentados de 240 quilômetros por hora. Segundo o centro, Igor pode se tornar um furacão de categoria 5 ainda hoje.

O olho da tormenta está localizado 1.515 quilômetros a norte das Ilhas Leeward. Os meteorologistas preveem que ele passe pelo norte do Caribe, possivelmente seguindo na direção das Bermudas. Ainda que a previsão seja a de que o fenômeno não chegue diretamente à terra, a aproximação do furacão causa temor de chuvas torrenciais pelo Caribe.

No Haiti estão sendo realocadas milhares de pessoas que têm vivido em campos desde o terremoto de 12 de janeiro, que atingiu a capital Porto Príncipe. O tremor matou cerca de 250 mil pessoas no país e deixou 1,3 milhão de desabrigados.

Na costa da África, a tempestade tropical Julia se formou, causando um alerta para o sul das ilhas Cabo Verde. O NHC previu que o fenômeno passe pelo Atlântico e se torne um furacão nos próximos dois dias. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
furacãoIgorchuvasenchentesHaiti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.