Furacão Irene deixa 650 mil sem eletricidade nos EUA

O furacão Irene deixou pelo menos 650 mil pessoas sem fornecimento de eletricidade na Carolina do Norte e na Virgínia, informaram duas das principais fornecedoras da região neste sábado. Os fortes ventos impediam que as equipes pudessem estimar os estragos já causados pelo fenômeno e realizar consertos, explicaram as empresas.

GABRIEL BUENO, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 16h49

A Progress Energy informou que 274 mil consumidores ficaram sem energia, sobretudo na costa da Carolina do Norte. Mais ao norte, a Dominion Resources afirmou que 380 mil consumidores do norte da Carolina do Norte e no sul da Virgínia sofriam com o mesmo problema.

A Consolidated Edison informou que considerava a possibilidade de interromper o fornecimento de energia de todas as zonas de terras baixas da cidade de Nova York, como precaução antes do aumento das tempestades na área. O Irene deve chegar a Nova York na manhã deste domingo.

Na Carolina do Norte, os fortes ventos impediam os trabalhadores de avaliar os estragos e tentar restaurar a energia. A Progress Energy informou que algum trabalho nesse sentido já foi feito na área de Wilmington, sul do Estado.

O número de pessoas prejudicadas pela falta de energia deve crescer, porém o Irene afetou até agora sobretudo áreas costeiras. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IrenefuracãoEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.