Furacão Ivan ameaça Cuba com ventos de 250 km/h

O furacão Ivan passou pelas ilhas Cayman com inundações e ventos que provocaram grandes danos. Milhares de casas tiveram seus telhados arrancados. O terminal do aeroporto e a delegacia central de polícia foram os prédios públicos mais prejudicados. A maior parte da ilha principal, Grand Cayman, ficou inundada. Agora, o Ivan está fortalecido e já está sendo considerado uma tormenta de nível 5, a mais perigosa, e se dirige a Cuba, onde cerca de 1,3 milhão de pessoas tiveramd e deixar suas casas.O Ivan é um dos mais fortes furacões que atingem a região - matou pelo menos 65 pessoas no Caribe antes de chegar às Ilhas Cayman. Durante a noite, a tormenta se intensificou com ventos de 257 quilômetros por hora, se dirigindo ao oeste de Cuba, ameaçando a província de Pinar del Río, o centro de plantações de tabaco.Segundo os meteorologistas, o Ivan passará por Cuba durante a tarde e noite de hoje fazendo as ondas alcançarem cerca de 7,6 metros de altura. Se espera que a tempestade se mova té o Golfo México até amanhã, podendo alcançar parte da costa oeste do Estado da Flórida (EUA), que ainda se recupera da devastação causada pelo furacão Charlie.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.