Furacão Karl mata 2 no México, mas enfraquece

As autoridades mexicanas se mantinham em alerta, neste sábado, ante a possibilidade de deslizamentos e inundações, enquanto o que sobrou do furacão Karl avançava pelo centro do país. O furacão chegou a matar pelo menos duas pessoas na costa do Golfo do México, mas perdeu força.

AE-AP, Agência Estado

18 de setembro de 2010 | 15h47

Karl causou danos generalizados na cidade portuária de Veracruz, mas perdeu força e na noite de sexta-feira tornou-se uma tempestade tropical. Na manhã deste sábado, começou a se dissipar sobre as montanhas, mas pode ainda causar chuvas em algumas áreas, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

Um deslizamento soterrou uma casa na aldeia de Nexticapan e matou uma mulher de 61 anos e uma menina de 2, além de ferir outras duas pessoas, disse Aru Becerra, porta-voz da Defesa Civil em Puebla, Estado próximo da capital, Cidade do México.

No Oceano Atlântico, o furacão Igor chegou à categoria 2, em uma escala de 1 a 5, e pode chegar às Bermudas na noite de domingo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
furacãoKarlMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.