Furacão Lane volta a atingir o México

O furacão Lane atingiu a território do México no estado de Sinaloa (oeste). As autoridades intensificaram as medidas de segurança e aumentaram o alerta nesta zona do país de "laranja" para "vermelho" (máxima); a Secretaria de Governo declarou emergência em nove municípios deste estado. O informe foi dado às 13h (15h de Brasília), pelo Serviço Meteorológico Nacional (SMN) mexicano. O fenômeno se desloca ao norte a 17 km/h.Os ventos e as chuvas atingem também os estados de Baja Califórnia Sur, Chihuahua, Durango, Nayari, Jalisco, Colima e Michoacán. O SMN prevê nestes estados chuvas de 150 a 300 milímetros, com máximos pontuais de 650 milímetros, que poderiam gerar inundações, desabamentos, aumento dos níveis dos rios e nos níveis das represas. O Lane gerará fortes ondas e ressaca de até três metros acima donormal.Em Michoacán, a passagem de Lane causou a suspensão de aulas, a evacuação de 2.000 pessoas, a destruição de 200 hectares de cultivos e o transbordamento do rio Nuxco. Em Sinaloa, as autoridades proibiram a navegação para embarcações nos portos de Mazatlán e Topolobampo, e também foram fechados portos em Colima e Nayari.A Comissão Nacional de Água informou que duas represas em Durango ultrapassaram seu limite de armazenamento, e a Secretaria de Comunicações e Transportes (SCT) suspendeu os vôos de aeronaves nos estados de Colima e Sinaloa.Lane, quinto furacão intenso da temporada de 2006 no Pacífico mexicano, causou a morte de uma criança de dez anos na quinta-feira, no estado de Guerrero (sul).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.