Furacão Paul perde força, mas segue rumo ao México

O furacão Paul perdeu parte de sua força enquanto avançava em direção à Península da Califórnia nesta terça-feira, mas ainda é uma forte tempestade, informa o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) em sua página na internet.

RICARDO GOZZI, Agência Estado

16 de outubro de 2012 | 15h44

No boletim divulgado às 15h (hora de Brasília), o olho do furacão Paul encontrava-se 70 quilômetros ao sul de Cabo San Lazaro, no México, e deslocava-se no sentido norte a 28 quilômetros por hora.

Com a aproximação da tempestade, o governo mexicano substituiu na manhã de hoje o alerta de tempestade por um alerta de furacão para uma área da costa leste da Baixa Califórnia que se estende de San Evaristo a Mulege.

A expectativa é de que o olho do furacão atinja em cheio o litoral mexicano ainda na tarde desta terça-feira. Com ventos de 150 quilômetros por hora, no momento Paul é um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson, que vai até 5.

No Oceano Atlântico, os habitantes de Bermuda preparavam-se para as fortes chuvas e os ventos causados pelo furacão Rafael. Na tarde de hoje, Rafael tinha ventos de 150 quilômetros por hora e encontrava-se a cerca de 400 quilômetros de Bermuda. Segundo a trajetória prevista pelo NHC, a tempestade passará ao largo da ilha, mas a previsão é de que, além das chuvas e dos ventos, Rafael torne o mar revolto.

Tudo o que sabemos sobre:
MéxicofuracãoPaul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.