Furacão Sandy deixa 11 mortos ao passar por Cuba

O furacão Sandy causou pelo menos 11 mortes ao passar por Cuba nesta quinta-feira, deixando também várias áreas destruídas na parte oriental da ilha, segundo informações do governo.

EQUIPE AE, Agência Estado

26 de outubro de 2012 | 00h21

As autoridades da defesa civil informaram que as mortes nas províncias de Santiago de Cuba e Guantánamo ocorreram apesar de funcionários do governo "terem tomado todas as precauções necessárias de prevenção". Dentre os mortos em Santiago de Cuba estava um bebê de quatro meses.

As 11 mortes em Cuba se somaram às 10 vítimas fatais no Caribe - nove no Haiti e uma na Jamaica. Muitas pessoas morreram ao ficar sob os escombros de construções que caíram com a força dos ventos e a tempestade causadas pela passagem do furacão Sandy. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CUBAFURACÃOMORTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.