Furacão segue aos EUA após matar 124 em El Salvador

O furacão Ida está cruzando hoje o Golfo do México em direção aos Estados Unidos, depois de ter provocado enchentes e deslizamentos de terra nos quais pelo menos 124 pessoas morreram em El Salvador durante o fim de semana.

AE, Agencia Estado

09 Novembro 2009 | 09h36

O Ida perdeu força nas primeiras horas desta segunda-feira e foi rebaixado à categoria 1 na escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5, com seus ventos máximos caindo de 165 quilômetros por hora para 150 quilômetros por hora, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA. Um alerta de furacão está em vigor para uma área que se estende de Pascagoula, no Mississippi, a Indian Pass, na Flórida.

Em El Salvador, o presidente Mauricio Funes declarou estado de emergência. Jorge Melendez, diretor da defesa civil salvadorenha, advertiu que o número de mortes pode aumentar ainda mais, assim que as águas começarem a baixar. Às 7 horas (horário de Brasília), o Ida se encontrava a 460 quilômetros do delta do Rio Mississipi. O olho do furacão se deslocava a uma velocidade de 26 quilômetros por hora. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
furacão Ida EUA El Salvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.