Furacão Songda deixa 75 feridos no Japão

O potente furacão Songda castigou a ilha de Kyushu, no sul do Japão, com fortes ventos e chuvas nesta terça-feira. Milhares de pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, enquanto mais de um milhão de residências estão sem energia elétrica. Em Nagasaki, ventos de 144 quilômetros por hora causaram destruição na cidade. A polícia informou que 75 pessoas ficaram feridas e 22 tripulantes de um barco indonésio estão desaparecidos. A Guarda Costeira tem se empenhado na busca da tripulação do navio Tri Ardhianto, mas até agora só encontraram um bote salva-vidas vazio. Os oficiais também investigam a possibilidade de um navio de carga russo ter naufragado a oeste de Hiroshima. Dezenove marinheiros estariam desaparecidos.O Songda é o sétimo ciclone a atingir o Japão neste ano, o maior número desde 1990, quando o arquipélago registrou seis ocorrências, informou a Agência Meteorológica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.