Fuzileiros pedem apoio aéreo para entrar em Faluja

As forças dos Estados Unidos enfrentam uma encarniçada batalha urbana para erradicar a guerrilha sunita da cidade de Faluja, onde quatro civis americanos forma mortos e mutilados semana passada. Depois de um dia inteiro de combate, as tropas americanas haviam avançado vários quarteirões em um dos cantos da cidade de 200.000 habitantes. Os fuzileiros pediram o apoio de um avião AC-130, que circula sobre o alvo enquanto dispara uma barragem de tiros de metralhadora.Médicos dizem que 16 iraquianos morreram e mais de 20 ficaram feridos na cidade nesta terça-feira, incluindo mulheres e crianças. Durante o dia, as forças dos EUA fizeram sua incursão mais longa desde que o cerco à cidade teve início, ontem. Soldados a pé e em blindados dirigiram-se aos bairros centrais trocando fogo com iraquianos, antes de recuar ao anoitecer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.