G-7 condena decisão russa sobre províncias separatistas

O Grupo dos Sete países mais industrializados, o G-7, condenou hoje de maneira veemente a Rússia sobre a decisão de reconhecer a independência das províncias separatistas georgianas da Ossétia do Sul e da Abkházia. "A decisão da Rússia colocou em questão seu compromisso com a paz e a segurança no Cáucaso", disseram os chanceleres dos sete países, em comunicado divulgado pelo departamento de Estado do governo dos Estados Unidos."Nós deploramos o uso excessivo da força militar russa na Geórgia e sua contínua ocupação de regiões da Geórgia", afirmaram em comunicado conjunto os ministros do Exterior do Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Estados Unidos e Grã-Bretanha. "Nós pedimos de maneira unânime ao governo russo que implemente totalmente o plano de paz de seis pontos mediado pelo presidente Sarkozy, em nome da União Européia, com ênfase especial na retirada das tropas às posições militares anteriores ao conflito.""Nós reafirmamos nosso forte e contínuo apoio à soberania da Geórgia e às suas fronteiras internacionalmente reconhecidas e ressaltamos nosso respeito e apoio ao governo democrático e legítimo da Geórgia, ao mesmo tempo que perseguimos uma solução pacífica e duradoura para este conflito", afirma o comunicado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.