G-7 discute incertezas da economia americana

Os responsáveis pela economia dos sete países mais industrializados do mundo (G-7) reuniram-se hoje na Sicília para um encontro em que o principal assunto debatido foram os temores em relação à economia norte-americana, as maneiras de reativar o crescimento e evitar uma recessão global.O ministro italiano do Tesouro, Vincenzo Visco, que presidiu a sessão, declarou que os Estados Unidos estavam esperançosos quanto a um "pouso suave" para a economia do país, que após anos de crescimento contínuo, enfrenta agora uma desaceleração recebida com apreensão pelo mercado.Em entrevista após uma reunião particular com o secretário das Finanças dos Estados Unidos, Paul O´Neill, Visco afirmou que seu colega parecia otimista quanto ao "pouso suave". "Isso é reconfortante do nosso ponto de vista - o europeu", completou.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2001 | 16h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.