G-8 deve liberar US$ 38 bilhões países árabes

O grupo formado pelas sete nações mais industrializadas do mundo e a Rússia (G-8) disse, neste sábado, que instituições financeiras internacionais fornecerão US$ 38 bilhões para as nações da Primavera Árabe até 2013. O montante representa um aumento ante os US$ 20 bilhões anunciados no encontro anterior, em maio.

NALU FERNANDES, Agência Estado

10 Setembro 2011 | 11h00

Os ministros das Finanças do G-8, além de encontrarem seus pares do Egito, Marrocos, Tunísia e Jordânia, também encontraram os representantes do novo governo da Líbia e afirmaram que estão prontos para ajudar. "Nós estamos prontos para ajudar as autoridades da Líbia nos esforços para reconstruir o país", disse o G-8, em comunicado.

O grupo disse que está "firmemente comprometido" em liberar os ativos líbios congelados pelas resoluções das Nações Unidas (ONU). "Enfatizamos a importância do apoio internacional para ajudar o Conselho de Transição Nacional para restaurar as atividades econômicas, especialmente a produção de petróleo e gás", acrescentou o G-8. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
G-8 mundo árabe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.