G-8 encampa pesquisa de vacina contra aids

O G-8, grupo que reúne as oito maiores potências industriais do planeta, endossou hoje uma proposta para acelerar o desenvolvimento de uma vacina contra a aids. O presidente norte-americano George W. Bush ofereceu US$ 15 milhões para o lançamento do projeto. O plano prevê a coordenação de esforços entre os vários centros de pesquisa no mundo todo, a padronização dos trabalhos e a troca de informações, entre outros pontos."O corpo tem muita dificuldade em lidar com o vírus HIV, o que significa que há muitos problemas científicos para se chegar a uma vacina", diz Anthony Fauci, do Instituto Nacional de Saúde. "A única maneira possível é se todos que estão trabalhando neste tema o fizerem em sinergia." Os líderes dos EUA, Grã-Bretanha, Canadá, Itália, França, Alemanha, Japão e Rússia se reúnem hoje com chefes de países africanos, onde a aids já assumiu proporções epidêmicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.