Gabinete de Israel se reúne para discutir cessar-fogo

Polícia de Israel informou que oficiais foram deslocados para a Cidade Antiga de Jerusalém, antecipando um possível protesto

AE, Agência Estado

25 de julho de 2014 | 04h01

Um oficial do Ministério da Defesa de Israel afirmou que o Gabinete de Segurança está reunido para discutir esforços internacionais de cessar-fogo, mas também há a opção de ampliar a operação terrestre em Gaza.

Ele falou sob a condição de não ter o nome publicado porque a reunião ocorre a portas fechadas. O escritório do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu não quis fazer nenhum comentário de imediato.

Um oficial da área de saúde da Palestina afirmou que o número de mortos em Gaza subiu para 808, sendo 115 palestinos mortos apenas na quinta-feira, um dos dias mais sangrentos em duas semanas de conflito. Há também 34 israelenses, incluindo 32 soldados, mortos.

A polícia de Israel informou que milhares de oficiais foram deslocados para a Cidade Antiga de Jerusalém, antecipando um possível protesto palestino após as orações de sexta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelcessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.