Gabinete palestino aprova novo plano de segurança

O gabinete de governo palestino aprovou um novo plano de segurança que inclui um centro de operações conjunto para coordenar forças rivais, informa o Ministério da Informação.O plano deverá ser a peça central da cooperação entre o grupo extremista Hamas e o mais moderado Fatah. No entanto, alguns detalhes, como o destino da milícia particular do Hamas, continuam vagos.A formação da milícia, chamada Força Executiva, elevou as tensões entre as duas facções, e ajudou a desencadear uma seqüência de combates internos entre os palestinos. Em março, Hamas e Fatah estabeleceram um governo de coalizão para os territórios palestinos, baseado em um acordo de partilha de poder negociado por meio da Arábia Saudita.A despeito da coalizão, a questão mais delicada - o controle das forças de segurança - continuou sem solução, e ainda não está claro se o plano de segurança conseguirá pôr fim ao atrito entre os grupos armados.O ministro da Informação, Mustafa Barghouti, disse que o centro de operações será estabelecido para todas as forças de segurança.Além disso, o presidente Mahmoud Abbas deverá anunciar um novo Gabinete de Segurança Nacional nos próximos dias, disse Barghouti. O gabinete incluirá representantes do Fatah, do Hamas e independentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.