Gabinete põe cargos à disposição de Correa

Nos últimos dois dias, todos os 18 ministros do governo do Equador colocaram seus cargos à disposição do presidente Rafael Correa. O objetivo é deixar o governante à vontade para adotar as medidas necessárias durante a nova conjuntura política do país após a eleição da Assembléia Constituinte, no dia 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.