Gabrielle Giffords inicia campanha para conter violência

A ex-congressista norte-americana Gabrielle Giffords e seu marido lançaram uma iniciativa nesta terça-feira para conter a violência armada. A data marca o segundo aniversário do ataque ocorrido na cidade de Tucson, que resultou na morte de seis pessoas e deixou a legisladora seriamente ferida.

AE, Agência Estado

08 de janeiro de 2013 | 12h29

Giffords e seu marido, o astronauta Mark Kelly, publicaram um artigo na edição de hoje do jornal USA Today, no qual diziam que a iniciativa, que recebeu o nome de Americanos por Soluções Responsáveis, ajudará a arrecadar dinheiro para apoiar maiores esforços para controle de armas. "Conseguir reformas para reduzir a violência armada e evitar ataques em massa significará enfrentar os lobistas de armas com o mesmo alcance e os mesmos recursos deles", escreveram.

O casal espera dar início a um debate nacional sobre violência com armas e arrecadar fundos para atividade política, de forma que "os legisladores não terão mais razões para ficarem com medo do lobby de armas".

Na semana passada, o casal visitou Newtown, Connecticut, onde 20 crianças e seis adultos foram mortos no mês passado em um dos ataques a escolas com maior número de mortes nos Estados Unidos. Eles também se encontraram com o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, um forte defensor de políticas de controle de armas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAarmasGiffordsviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.