Tiago Petinga/Efe
Tiago Petinga/Efe

Gafe sobre rendimento faz portugueses pedirem renúncia do presidente

Aníbal Cavaco Silva reclamou que medidas de austeridade reduziram seus ganhos financeiros

Agência Estado

24 de janeiro de 2012 | 13h43

LISBOA - Mais de 14 mil pessoas assinaram uma petição online pedindo que o presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, renuncie. Os pedidos foram feitos depois que ele reclamou sobre a queda em seus rendimentos, em razão das medidas de austeridade, muito embora sua renda seja cerca de 11 vezes maior do que a média recebida pelos portugueses.

 

Portugal promulgou cortes de salários e aposentadorias como parte do pacote de resgate de 78 bilhões de euros (US$ 101 bilhões) recebido no ano passado.

 

Cavaco Silva, de 71 anos, disse na semana passada que será difícil viver com a aposentadoria que vai receber. Ele declarou ter uma renda de mais de 10 mil euros mensais além de investimentos. A média salarial em Portugal é de 900 euros.

 

Os comentários do presidente, um cargo eminentemente cerimonial no país, deram início a vários protestos. Nesta terça-feira, um grupo pretende fazer uma brincadeira e realizar uma "campanha de doação" com o slogan "uma moeda para Cavaco". As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.